5 Dicas para ter um Padrão de Vida de Acordo com a sua Renda - Novo Post

5 Dicas para ter um Padrão de Vida de Acordo com a sua Renda

Um dos fatores essenciais para ter uma saúde financeira é observar a relação entre o nível de consumo e a renda disponível, pois o padrão de vida de uma pessoa precisa estar em equilíbrio com os seus ganhos. Caso o contrário, o consumo em excesso, acima dos limites do próprio orçamento, contribui para contração de dívidas e uma relação complicada com o dinheiro. Esse padrão varia de acordo com cada pessoa, pois leva em conta os recursos disponíveis, despesas fixas e variáveis.

Segundo o SPC Brasil, 40% dos internautas ultrapassam o seu padrão financeiro e apenas 9% consegue guardar dinheiro no final do mês. Algumas pessoas possuem grandes despesas ao mês, muitas vezes incompatíveis com a própria renda mensal. Vale ressaltar que o padrão de vida está ligado ao contexto socioeconômico, custo de vida e demais questões. Há ainda pessoas que não possuem renda o suficiente para os gastos básicos e essenciais, assim como há pessoas com condições altíssimas e com gastos igualmente elevados. Neste artigo, vamos apresentar as melhores dicas para ter um padrão de vida equilibrado com a sua renda.

Conheça os tipos de padrão de vida

De maneira geral, o padrão de vida de uma pessoa reflete nas condições de compra e a sua renda. Para algumas pessoas, ter um bom padrão de vida significa viver com conforto e lazer, mas esse padrão pode variar bastante. Vamos apresentar os principais tipos de padrão de vida e então você pode identificar em qual você se enquadra.

Padrão de vida baixo: quem tem um padrão de vida baixo não realiza gastos exorbitantes, apenas possui renda o suficiente para as necessidades mínimas, priorizando os gastos essenciais para uma vida digna. Desse modo, os gastos são reduzidos na medida do possível, optando por serviços mais baratos e gratuitos.

Padrão de vida médio: quem está inserido no padrão de vida médio geralmente são as famílias de classes médias, que possuem carro e casa própria, internet e TV a cabo, condições de pagar por serviços, lazer e viagens.

Padrão de vida alto: esse é padrão representa uma categoria com custo de vida alto e uma renda acima da média. Podem também dar prioridade para itens de luxos e viagens internacionais, e possuem um patrimônio maior.

Sinais de que você seu padrão de vida está maior do que a sua renda

Ter um consumo acima do que sua renda permite, ou seja, gastar mais do que se pode pagar, pode trazer muitos prejuízos e muita dor de cabeça. Não estamos levando em conta situações como a perda de emprego, problema de saúde ou demais eventualidades, mas sim o consumo feito no cotidiano e as relações que as pessoas costumam ter com o dinheiro. Levando isso em conta, trouxemos aqui os principais sinais de que você possa estar em desequilíbrio financeiro.

  • Você compra coisas mesmo sem poder
  • Não sobra dinheiro após pagar todas as contas
  • Você tem uma quantia expressiva de dívidas
  • Você tem dificuldades para lidar com imprevistos
  • Não consegue pagar todas as contas

Dicas para ter um padrão de vida compatível com a sua renda

1. Planejamento financeiro

O planejamento financeiro é fundamental para organização e controle dos gastos, e é o ponto de partida para quem deseja ter uma relação melhor com o seu dinheiro e entender a sua atual situação financeira. Assim, você pode ter uma visão geral do cenário, refletir e identificar o que está funcionando e o que pode ser alterado.

2. Siga o seu orçamento

Após realizar um planejamento financeiro realista, levando em conta a sua renda disponível e as dívidas existentes, elabore um orçamento mensal. Estipule quanto você pode gastar em determinadas áreas e tente seguir o orçamento, para se manter dentro da margem de gastos.

3. Cuidado com o crédito

Tem situações nas quais é melhor utilizar o cartão de crédito, principalmente em compras maiores que podem ser parceladas, mas se você utiliza o crédito para tudo, está na hora de rever os seus gastos. Prefira fazer um uso consciente do cartão de crédito, incluindo no orçamento um limite para os gastos mensais no cartão.

4. Busque gastar menos do que você ganha

Tente reduzir os gastos para que a longo prazo você consiga gastar menos do que você ganha, assim será possível juntar dinheiro e ficar numa situação mais confortável. Se puder, tente manter seus gastos equilibrados para que nunca ultrapasse a sua renda.

5. Tenha uma reserva financeira

Separe uma quantia todo mês, você pode guardar o dinheiro na conta, colocar na poupança ou até mesmo para realizar investimentos ao longo prazo. Essa é uma maneira inteligente de se preparar para o futuro, garantindo um bom padrão de vida e mais segurança diante de imprevistos e situações difíceis no futuro.

Considerações finais

Quando falamos sobre padrão de vida, estamos falando da relação de consumo e de renda que cada indivíduo possui, ou seja, o seu poder de compra. Esse padrão varia de pessoa para pessoa, pois leva em conta o custo de vida, o contexto socioeconômico que a pessoa está inserida e a sua renda. Nesse sentido, a falta de educação financeira e ter um estilo de vida que ultrapassa os limites do próprio orçamento traz prejuízos para os consumidores, por isso é preciso ter um controle financeiro e uma boa organização para ter gastos compatíveis com a renda. Acompanhe o Novo Post para mais dicas!

Recomendados para você

Diversificar Carteira de Investimentos

Carteira de Investimentos: O Que Saber Antes de Diversificar

A diversificação é a pedra angular de qualquer estratégia de investimento sólida, essencial para maximizar os retornos da sua carteira de investimentos e reduzir os riscos inerentes ao mercado financeiro. Ao distribuir investimentos em uma variedade de classes de ativos, setores e regiões geográficas, os investidores podem construir carteiras resilientes,

Rendimento Automático

Quer Guardar Dinheiro? Conheça 12 Bancos Digitais com Rendimento Automático

Nos dias de hoje, a busca por maneiras eficientes de economizar e investir dinheiro tornou-se uma prioridade para muitos indivíduos. Com a ascensão da tecnologia financeira, ou fintechs, os bancos digitais emergiram como uma alternativa popular aos bancos tradicionais: o rendimento automático sobre os saldos das contas correntes ou poupanças.

Parcelamento de Compra à Vista

Saiba Como Funciona o Parcelamento de Compra à Vista no Cartão de Crédito

No mundo contemporâneo, o parcelamento de compras à vista tornou-se uma prática comum e conveniente para muitos consumidores em diversas partes do globo. A possibilidade de adquirir bens e serviços dividindo o pagamento em parcelas menores oferece uma flexibilidade financeira que se ajusta às necessidades e realidades econômicas dos indivíduos.