Desvendando o Mundo dos Investimentos: Principais Tipos e Conceitos - Novo Post

Desvendando o Mundo dos Investimentos: Principais Tipos e Conceitos

Muito se escuta falar sobre investimentos no cenário financeiro, mas, antes de iniciar a jornada e se aventurar em um território marcado por oportunidades e desafios, é fundamental conhecer os fundamentos e os conceitos básicos relacionados. Temos a ideia de que para além de poupar dinheiro, investir o valor que ficaria guardado pode ser uma forma de fazer o seu patrimônio aumentar, contudo, surge a grande dúvida: onde investir?

A situação pode parecer ainda mais complicada ao entrar em plataformas de investimento e se deparar com siglas desconhecidas, termos técnicos e índices específicos. Neste artigo, Novo Post vai trazer para você uma introdução sobre o mundo dos investimentos, apresentando os principais tipos e conceitos que você deve ter em mente antes de embarcar nessa jornada.

Qual a diferença de renda fixa e renda variável?

De maneira geral, podemos dizer que existem dois tipos de investimentos: renda fixa e renda variável. Isso acontece porque os investimentos podem ser classificados de acordo com o grau de risco que apresentam, mas ainda há pessoas que preferem distinguir os tipos de investimento pelo prazo, como curto, médio e longo.

O investimento de renda fixa é indicado para quem não deseja correr riscos ao investir, pois logo no momento da aplicação você tem sabe a quantia que vai receber, dá para prever o quanto seu dinheiro vai render. Já em outras ocasiões, onde a remuneração é pós-fixada, o valor precisa acompanhar índices econômicos do mercado como o CDI, a taxa Selic ou a inflação, isso faz com que a o valor varie ao longo do tempo, mas ainda é possível ter uma previsão de quanto o dinheiro vai render. O investimento de renda fixa costuma ser a principal escolha de pessoas que estão iniciando.

Já o investimento de renda variável pode ser mais interessante para quem já possui experiência na área e não vê problemas em correr riscos na intenção de tentar alcançar um rendimento significativo ao longo prazo. Como o nome já diz, esse tipo de investimento pode ser considerado imprevisível, pois vários fatores podem influenciar no rendimento da sua aplicação. Mesmo assim, pode chamar atenção de pessoas mais experientes por oferecer rendimentos maiores, mesmo diante dos riscos.

Conheça os tipos de investimentos

Existem diversos tipos de investimentos, cada um possui características únicas e vai de cada pessoa decidir qual é a melhor opção, levando em conta seus recursos, objetivos e necessidades. Tendo o conhecimento necessário, é possível ganhar confiança ao administrar os riscos e as recompensas, mas também é importante estabelecer quais são seus objetivos e sua tolerância ao risco, assim você pode escolher onde investir o seu dinheiro.

Poupança

A poupança é um dos investimentos de renda fixa que é bastante conhecido no país. É uma forma de guardar dinheiro e ainda ter um rendimento, mas vale destacar que o rendimento é limitade e pode variar de acordo com a taxa de juros básico da economia, a taxa Selic. O que pode ser vantajosos é que esse é um produto é isento de Imposto de Renda e que não exige um valor mínimo para começar.

Ações

As ações representam a propriedade de uma parte de uma empresa, é possível comprar uma parte. Ao comprar ações, os investidores se tornam acionistas, com direito a parte dos lucros e a participação nas decisões da empresa em assembleias. O valor das ações é influenciado por fatores como desempenho financeiro da empresa, condições econômicas e decisões de gestão. Investir em ações pode proporcionar ganhos substanciais, mas os riscos são significativos, já que os preços podem flutuar drasticamente.

Entretanto, esse caminho não é isento de riscos, pois os preços das ações flutuam conforme a demanda e oferta do mercado. Abordaremos estratégias para escolher ações, entender relatórios financeiros e navegar nas complexidades do mercado de ações.

Títulos de renda fixa

Títulos são empréstimos feitos por investidores a governos ou empresas, que, por sua vez, pagam juros ao longo do tempo. Um exemplo de título é o Tesouro Direto do governo, e essa modalidade pode ser uma alternativa mais estável e previsível, proporcionando uma fonte confiável de renda. O investidor recebe juros regulares até receber o valor principal de volta no vencimento, por isso são considerados investimentos mais seguros, com estabilidade e previsibilidade nos fluxos de caixa. Existem diferentes tipos de títulos, como Títulos do Tesouro, Títulos Corporativos e Títulos Municipais.

Fundos Mútuos

Os fundos de investimentos funciona como um aplicação coletiva, na qual diversas pessoas podem investir em determinado fundo. Existem especialistas que cuidam de toda a logística que envolve esse tipo de investimento, assim como o patrimônio, que pode ser ativos como ações, títulos, imóveis e outros. Então, investidores com quantias menores podem ter acesso a uma ampla variedade de investimentos. Geralmente, as ações dos fundos podem ser compradas e vendidas com facilidade.

Imóveis

Para quem deseja investir em imóveis, é possível investir em propriedades, como na compra direta de imóveis ou participando em fundos imobiliários. Ao investir em imóveis, os investidores podem obter um retorno significativo através do aluguel ou ganhos de capital com a valorização do imóvel.

CDB

É um tipo de investimento de renda fixa popular, a sigla significa Certificado de Depósito Bancário e funciona como um título de dívida, mas quem compra esse produto empresta dinheiro a bancos, que são as únicas instituições que emitem esse tipo de título. Você pode saber o valor do seu rendimento do CDB no momento da aplicação ou seguir algum indicador da economia. 

BDRs

BDR é a sigla para o certificado de depósito, um tipo de investimento bem seguro pois é emitido e negociado pelo governo. De certo modo, funciona como ações, pois são depósitos de curto prazo em instituições financeiras com taxas de juros fixas. Quanto mais longo o prazo do CD, maior será a taxa de juros.

ETFs 

Exchange Traded Fund (ETF) pode ser traduzido como fundo negociado em bolsa, dessa maneira, funciona como um fundo que tem índice da bolsa de valores como referência. Ele acompanha o desempenho dos índices, mas também podem existir ETFs de renda fixa.

Considerações finais

Ao iniciar no mundo dos investimentos, é preciso ter conhecimento dos termos básicos, dos tipos de investimento e conhecer as condições de cada aplicação. Assim, você pode escolher a opção que mais combine com seus objetivos e recursos. Não existe o melhor tipo de investimento de todos, apenas existe aquele que mais combina com o seu perfil e pode atender às suas necessidades. Por isso, encorajamos que você continua sua busca por conhecimento financeiro, acompanhe os conteúdos do Novo Post para mais conteúdos.

Recomendados para você

CDB

CDB e CDI: Entenda a Diferença e Como Funcionam

CDB e CDI, essas são duas siglas do mundo do investimento que andam lado a lado e podem acabar sendo facilmente confundidas devido à sua proximidade. A grande questão é que as duas não são a mesma coisa e possuem diferenças significativas, então, se você possui interesse na área de

Cadastro Positivo

Além do Score de Crédito: Entenda o Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo, uma inovação no universo financeiro, tem se destacado como uma ferramenta revolucionária que visa redefinir a maneira como as instituições avaliam o crédito dos consumidores. Ao contrário dos modelos tradicionais que se baseiam principalmente em informações negativas, o Cadastro Positivo busca proporcionar uma visão mais abrangente e

Serasa Score

Como Aumentar a Sua Pontuação no Serasa Score?

Em meio ao complexo panorama financeiro moderno, uma pequena pontuação numérica desempenha um papel de importância na vida de milhões de brasileiros: o Serasa Score. Para muitos, essa pontuação ainda permanece envolta em mistério, deixando dúvidas sobre o que é, como funciona e, acima de tudo, por que é tão