Saiba o que é o Cheque Especial e Quando Usar - Novo Post

Saiba o que é o Cheque Especial e Quando Usar

Muito se fala em cheque especial, alguns apresentam ele como o mocinho, outros como o vilão, mas você já parou para entender como realmente o cheque especial funciona? É essencial conhecer os produtos financeiros com muito atenção aos seus detalhes, como condições de pagamento, taxas e juros, Assim, quando chegar um momento no qual seja preciso tomar uma decisão acerca de qual solução financeira utilizar, você pode escolher com propriedade e confiança.

Neste artigo, vamos apresentar para você o que é o cheque especial, como e quando utilizá-lo. Vale destacar que existem várias linhas de crédito e que você deve conhecer as opções disponíveis para encontrar a que melhor atenda às suas necessidades. O que pode ser vantajoso para uma pessoa, pode não ser para outra. A missão do Novo Post é trazer conteúdo acessível e atualizado para equipar as pessoas do conhecimento necessário para tomar decisões mais eficazes.

O que é o cheque especial?

O cheque especial é uma modalidade de crédito pré-aprovado que está disponível na maioria das contas correntes. Esse limite está disponível desde o momento de abertura da conta, não é preciso solicitar ou pedir pela análise. No entanto, o valor é estabelecido pela instituição financeira e pode variar de acordo com o seu histórico de consumo e sua relação com o banco em questão. Algumas pessoas podem ter um alto valor pré-aprovado disponível, enquanto outras apenas contam com um valor pequeno.

Pode ser considerado um empréstimo que não precisa passar por análise de crédito com antecedência, e pode até mesmo receber outros nomes como limite pré-aprovado. Não precisa que seja oferecida nenhuma garantia ou realize uma solicitação. Como ele está ligado a conta corrente, não precisa de autorização para ser usado.

Como funciona os juros do cheque especial?

Essa modalidade de crédito é de fácil acesso, pois como não precisa de autorização e já está disponível em sua conta corrente, pode ser usado a qualquer momento em que o saldo da conta ficar negativado. Por exemplo, se você tentar pagar um boleto que o valor seja maior do que o dinheiro que você tem em conta, você pega emprestado do banco a quantia que falta para poder realizar o seu pagamento.

A grande questão está aí: como é um crédito de fácil acesso, algumas pessoas podem acabar utilizando esse serviço sem conhecer quais são os juros que vão ser cobrados e o prazo de pagamento. Pois é, esse valor que foi pego emprestado no banco pelo cheque especial será pago com juros. E se algum valor for depositado na conta, o banco irá utilizá-lo para pagar essa dívida, em partes ou por completo.

Quando usar o cheque especial?

Diante da grande incidência de juros, o cheque especial deve ser usado de maneira responsável e apenas em situação de emergência. É preciso observar as informações sobre o serviço disponibilizadas pelo banco para entender o limite disponível, as taxas de juros, o prazo de pagamento e demais informações. Há situações em que o banco libera o cheque especial sem a cobrança de juros por um período de dias, em outras, então vale a pena ler atentamente as condições antes de solicitar o seu e observar de que maneira impacta o seu orçamento. Inclusive, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) aprovou novas regras para o cheque especial em 2018 que orientam esse serviço.

Dicas e cuidados com o cheque especial

O cheque especial é considerado uma das modalidades de crédito com juros mais caras do mercado, por isso é preciso ter atenção e muito cuidado antes de solicitar esse serviço. Confira algumas dicas que separamos:

  • O cheque especial não é uma extensão da conta corrente: é preciso destacar que o cheque especial é uma modalidade de empréstimo e que realiza a cobrança de taxas e juros, apesar de ser um limite pré-aprovado, disponível na conta corrente.
  • Observe o limite: ultrapassar o limite do cheque especial disponível pelo banco pode gerar taxas maiores, então entenda qual o valor está disponível.
  • Utilize apenas em situações de emergências: evite utilizar o cheque especial em seu cotidiano ou para realizar compras que não são essenciais, deixe esse como um último recurso apenas para situações de emergência ou imprevistos.
  • Planeje pagar de maneira antecipada: desenvolva o hábito de planejar o pagamento antecipado do cheque especial sempre que possível. Isso não apenas minimiza os custos associados, mas também ajuda a evitar o acúmulo de dívidas.
  • Entenda as taxas e encargos a serem cobrados: lém de compreender as taxas de juros, familiarize-se com outros encargos associados ao cheque especial, como tarifas de manutenção. Este conhecimento é essencial para avaliar o custo total de usar esse recurso.
  • Busque alternativas mais econômicas: antes de recorrer ao cheque especial, explore alternativas mais econômicas, como empréstimos pessoais ou linhas de crédito com taxas mais favoráveis. A comparação de opções pode resultar em economias significativas.
  • Evite utilizar com frequência: use o cheque especial como uma solução temporária e pontual. A dependência contínua pode resultar em um ciclo de endividamento difícil de superar. Reserve seu uso para situações verdadeiramente excepcionais.

Considerações finais

Vimos que o cheque especial é uma modalidade de crédito de fácil acesso, pois o limite fica pré-aprovado, disponível para utilizar na conta, corrente sem precisar de solicitação ou análise de crédito. No entanto, como qualquer empréstimo, possui taxas e juros, então é preciso observar com atenção as condições impostas no banco sobre esse serviço e utilizá-lo apenas em caso de emergência.

Recomendados para você

CDB

CDB e CDI: Entenda a Diferença e Como Funcionam

CDB e CDI, essas são duas siglas do mundo do investimento que andam lado a lado e podem acabar sendo facilmente confundidas devido à sua proximidade. A grande questão é que as duas não são a mesma coisa e possuem diferenças significativas, então, se você possui interesse na área de

Cadastro Positivo

Além do Score de Crédito: Entenda o Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo, uma inovação no universo financeiro, tem se destacado como uma ferramenta revolucionária que visa redefinir a maneira como as instituições avaliam o crédito dos consumidores. Ao contrário dos modelos tradicionais que se baseiam principalmente em informações negativas, o Cadastro Positivo busca proporcionar uma visão mais abrangente e

Serasa Score

Como Aumentar a Sua Pontuação no Serasa Score?

Em meio ao complexo panorama financeiro moderno, uma pequena pontuação numérica desempenha um papel de importância na vida de milhões de brasileiros: o Serasa Score. Para muitos, essa pontuação ainda permanece envolta em mistério, deixando dúvidas sobre o que é, como funciona e, acima de tudo, por que é tão